• 54 | 99972-0011
  • contato@canildonode.com.br

Artigos Canil Don Odé

Como saber se meu cachorro está acima do peso



Um cachorro gordo pode ser considerado fofinho (literalmente) por muita gente, mas o que não podemos ignorar é que a obesidade em cães é um grande problema nos dias atuais.

Cerca de 30% dos cachorros no país sofrem com o excesso de peso, o que pode até ser um reflexo dos dados sobre obesidade em pessoas. O comportamento dos donos de cães com relação à alimentação pode estar ligado ao que oferecem para seus amigos de quatro patas comerem e isto afeta e pode trazer problemas a todos de casa.

Será que seu cachorro gordo na verdade está obeso? Continue lendo este artigo e entenda melhor sobre a obesidade, como identificar, tratar e prevenir.

Obesidade é doença


Já foi comprovado que um cachorro obeso vive em média dois anos a menos que um saudável, ou seja, isso representa uma redução de 15% no tempo de vida dele! Por isso, existe a grande importância de um animal obeso emagrecer.

A obesidade canina pode ser considerada uma doença preocupante pois ela pode levar o cão a ter outras diversas doenças graves, como o aumento do risco de desenvolvimento de tumores, diabetes, problemas nas articulações, pancreatite, infecções e compliações na coluna, que podem prejudicar a mobilidade e causar muitas dores no cão.

Além disso tudo, o coração de um cachorro obeso pode sofrer muito com a obesidade, o que também prejudica todo o sistema circulatório, levando a problemas cardíacos.

Já é possível perceber como a obesidade em cães é perigosa, não é mesmo? Você desconfia que seu cachorro seja obeso? Então saiba como identificar a obesidade.


Como identificar e tratar a obesidade

Um dono que cuida bem do seu cãozinho não o deixa tornar um cachorro obeso! Cuidar e observar a saúde dele é essencial, assim como levá-lo a consultas frequentes ao médico veterinário.

Se o seu cão é das raças Labrador, Cocker Spaniel, Dachshund, Beagle e Basset Hound, já é necessário estar alerta, pois estas raças possuem predisposição a desenvolver a obesidade. Basta oferecer a ração adequada e estimular a prática de exercícios frequentes que o seu cão será saudável.


Para qualquer que seja a raça, o sedentarismo é um grande vilão da saúde! A prática de exercícios faz um cão ativo e isto é sinônimo de qualidade de vida e saúde em dia.

Como tratar e evitar a obesidade?


É claro que só a alimentação não resolve. Além dela, é muito importante que você promova estas atitudes com seu cachorro:

  • Caminhadas diárias de cerca de 30 minutos;
  • Brinquedos que estimulem a atividade física e a queima de energia (confira aqui algumas dicas de produtos);
  • Evitar ao máximo oferecer alimentos de humanos para o cachorro, a não ser que ele seja adepto à Alimentação Natural ou seja recomendação do médico veterinário;
  • Oferecer água limpa e fresca constantemente para que ele sempre esteja bebendo;
  • Fracionar a medida da comida diária em porções relacionadas ao peso que o animal deveria ter e não ao peso que ele possui (esta informação consta no verso do pacote de ração em uma tabela de peso x quantidade diária).


Estas recomendações são essenciais para quem não tem um cachorro obeso também, desta forma, estará evitando e prevenindo possíveis problemas futuros relacionados à obesidade.



http://blog.geracaopet.com.br/cachorro-gordo-obesidade-cuidados/